terça-feira, 7 de junho de 2011

Espero que não morra a minha flor, espero que não morra o meu amor.

Hoje o dia amanheceu quente e eu pra fugir da mesmice e tentar uma nova sensação decidi plantar uma semente. Essa semente eu ganhei de mim mesma, foi um presente que me dei semana passada quando sem entender tive uma vontade enorme de comprá-la, escolhi a semente da flor Adônis e o motivo eu ainda não sei, a variedade era muita, mas aquela flor sem motivo especial me encantou e logo parecia que dentre todas as flores aquela era a mais bonita, a mais singela. Peguei a semente e trouxe pra casa, mas sendo só um grão eu não via graça nenhuma, passei os olhos nela e não vi encanto nenhum, sem saber o que fazer com ela a guardei em uma caixinha. A semana se passou e hoje assim que acordei fui até a caixinha e peguei a semente, eu decidi plantá-la. Não queria mais vê-la dentro de uma caixinha, eu queria cultivá-la. Primeiro eu procurei uma latinha e a enfeitei, isso só pra ficar agradável de olhar, depois coloquei terra lá e em seguida aconcheguei minha semente naquele meio, depois de uns minutos aguei a minha semente,coloquei em cima da mesa da área. Eu estava pensando que talvez ela não vingue, mas isso vai depender da sorte e do quanto eu estou disposta a cultivá-la, terei que aguá-la no inicio do dia e no fim da tarde, depois que ela crescer um pouco terei que mudá-la de recipiente, e sempre cuidar dela, logo terei de adubá-la também e ter muito cuidado com a temperatura, nada de muito sol, nada de muito frio, a temperatura deve ser certa. Sei que é trabalhoso e no fim pode ser que ela morra, mas senti tanto prazer em fazer isso. Me lembrou muito, muito mesmo naquele dia em que resolvi plantar a semente do meu amor em você e você plantou a sua em mim, esse negócio de semente é sempre um risco, mas enquanto for da minha vontade eu irei cultivar minhas sementes, a da minha flor e a do meu amor e se nada vingar eu terei tentado. Mas a minha expectativa é que floresça, se alastre, e seja todo um jardim! 

4 comentários:

Bianca Vieira disse...

ela toda trabalhada no romantismo.. Eiiiita, o que um namorado não faz!?
kkkk'

Poeta Insano disse...

Belo texto!
A flor é a base para plantar,
cultivar e colher o que de melhor a vida tem a nos oferecer.
Sempre corremos riscos,
mas não podemos deixar de tentar por
medo que nossas sementes não floresçam.

Bela ligação de acontecimentos,
Um abraço!

A.S. disse...

Quero sentir aqui o perfume das tuas pétalas...


Beijos meus!
AL

Rafael Castellar das Neves disse...

Com os dois regando, nunca morre!

Muito bom seu texto!

[]s